KPIs para o comércio: meça seu desempenho e amplie o seu sucesso

Quando você abre uma loja, o sucesso depende de uma série de fatores. De nada adianta ter uma ideia brilhante e um talento nato para os negócios, oferecer produtos de qualidade e ter um público-alvo definido se, no momento do planejamento, pequenos pecados passarem a minar o seu negócio, fazendo-o ruir. Por isso, é essencial traçar metas e planejar bem suas ações. E é nesse momento que entra a importância dos KPIs para o comércio.

É certo que ter um bom planejamento estratégico é ponto determinante para o sucesso dos seus negócios. Mas como avaliar se este planejamento, criado e desenvolvido com todo cuidado, está realmente sendo aplicado de maneira assertiva, indo ao encontro das necessidades e dos objetivos da sua empresa? Para responder a esta pergunta e descobrir se o seu planejamento está de fato saindo do papel, foram desenvolvidos os indicadores-chave de desempenho, mais conhecidos como KPIs (Key Performance Indicator, em inglês).

Utilizados em empresas de todos os portes e segmentos, os KPIs são ferramentas que se utilizam das metas estabelecidas pelos empreendedores para avaliar se o negócio está ou não tendo sucesso a partir do planejamento traçado. Ou seja, os KPIs medem o sucesso das estratégias desenhadas pelos profissionais.

Para o comércio, por exemplo, os KPIs são essenciais porque ajudam na hora de definir qual o momento ideal para ampliar os investimentos, desenvolver novas ações e dar os próximos passos com segurança, sem riscos e sem medo da recessão.

O que são KPIs

Os KPIs quantificam a performance das empresas, levando em consideração os objetivos traçados no planejamento. Quer dizer, são índices que apontam o nível de sucesso de um negócio a partir das metas estabelecidas para um período determinado, permitindo acompanhar os resultados reais alcançados e o percentual de crescimento comparado aos números obtidos no período anterior.

Vamos a um exemplo prático: um time de vôlei está em reta final de temporada e decide realizar promoções de todos os seus produtos, como camisas, bandeiras, bonés e copos personalizados. Nesta ação, podemos listar o KPI de vendas, que irá avaliar quantos itens de cada segmento são vendidos durante este período de promoção e a lucratividade obtida por eles.

A partir daí, será possível avaliar se promoções assim são lucrativas ou não. Esses dois indicadores são essenciais para que a equipe conheça a situação do seu público e da sua loja e para que consiga avaliar se existe a necessidade de adotar essa mesma medida no final da próxima temporada, por exemplo.

Os KPIs para o comércio trabalham no sentido de estabelecer uma relação entre os dados. No caso da loja do time de vôlei, se no momento de avaliar os números somente for levada em consideração a quantidade de camisas ou de bonés vendidos em alguns dias, sem estabelecer uma relação com um período anterior, teremos apenas uma métrica, uma parte do todo. Mas, quando fazemos o recorte para a venda de produtos específicos em uma determinada promoção para verificar a lucratividade, temos indicadores ligados às metas traçadas no início da temporada.

Portanto, os KPIs são informações estratégicas essenciais no momento de tomadas de decisões, pois com eles é possível cruzar de maneira as informações reais de desempenho com as metas traçadas para determinado período, garantindo a segurança dos dados.

Os mais importantes KPIs para o comércio

Confira os principais KPIs para o comércio:

– Taxa de conversão: Conseguir medir a eficiência das estratégias de vendas é essencial para o comércio. Sendo assim, a taxa de conversão se apresenta como um importante KPI. Por exemplo, se você registrou a visita de 500 clientes em um dia e 50 deles efetivaram a compra, sua taxa de conversão foi de 10%. Estar atento à variação desse indicador é fundamental para entender fatores que impactam diretamente nas vendas, como a abordagem e o tratamento dos vendedores para com os clientes, os preços e as condições financeiras dos consumidores.

– Ticket médio: O ticket médio serve para medir desempenhos e, neste caso, pode ser tanto o desempenho dos vendedores quanto o dos consumidores. No caso dos vendedores, o ticket médio é o faturamento total em um período determinado dividido pelo volume de vendas. Com isso, você consegue entender quanto é o faturamento do seu vendedor. Já para analisar o desempenho dos seus clientes, basta dividir o número de compras em um período pelo volume gasto. Assim, você poderá ter o resultado de quais clientes mais gastam em sua loja.

– CAC: O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) mede o quanto o seu comércio gasta para gerar uma nova venda. E o cálculo é bastante simples. É necessário dividir o investimento realizado em marketing e vendas pela quantidade de clientes, também estabelecendo um período específico. Dessa maneira, você consegue quantificar os valores gastos para converter um novo cliente e, de acordo com os resultados, poderá otimizar os investimentos nestes setores relacionados.

– Taxa de recompra: A taxa de recompra é uma das formas de medir a satisfação do seu cliente. Para calcular, basta extrair o percentual de consumidores que já compraram e retornaram.

Se você ainda não aplica os KPIs para o comércio, comece agora mesmo, pois, como vimos, eles são vitais para medir o sucesso do seu negócio. E por falar em bons resultados, a Troco Simples quer ajudar sua loja a obtê-los. Para isso, oferecemos um aplicativo que converte o troco em vantagens para você e seus clientes. Clique aqui e conheça melhor!

Deixe um comentário